top of page

Campo vasto para mulheres inovadoras

A transformação do agronegócio passa pelas mãos de muitas mulheres. Elas conquistam cada vez mais espaço, mostram a sua competência e deixam um importante legado de avanços para o meio rural.


Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 31% das propriedades rurais no país são comandadas por mulheres. Elas ocupam ainda 19% dos cargos de direção em empresas do agribusiness brasileiro. De acordo com uma pesquisa recente publicada pela Harvard Business Review, mulheres em cargos de liderança mostraram mais eficiência durante a crise pandêmica, ao apresentarem soluções criativas, resultados positivos e conquistarem maior engajamento dos colaboradores.


“A coragem para inovar é uma marca forte feminina”, conta Silvana Novais, a mulher no comando do Instituto Antonio Ernesto de Salvo (INAES). Braço de pesquisa e inovação do Sistema FAEMG/SENAR/INAES/Sindicatos, a entidade é responsável por fomentar a inserção de tecnologia e evolução do agronegócio mineiro. “As mulheres têm ainda um longo caminho pela frente, na conquista de espaços. E o Sistema FAEMG acredita que é preciso apoiá-las nesta trajetória. Atuamos desenvolvendo todo tipo de projetos para que o agronegócio seja cada vez mais inovador, justo e produtivo. E as mulheres são parte muito significativa desse processo!”, afirma Silvana.


Leia na íntegra: http://www.sistemafaemg.org.br/noticias/campo-vasto-para-mulheres-inovadoras

Comments


bottom of page